CARNAVAL 2015

Enredo: "Tudo que Venda Nova toca vira ouro"
Classificação: TETRACAMPEÃ DO CARNAVAL

Prêmios: Melhor Samba-enredo, Melhor Fantasia, Melhor Evolução, Melhor Bateria, Melhor Comissão de Frente, Melhor Mestre-sala e Porta-bandeira, Melhor Harmonia, Melhor Evolução e melhor Alegoria/adereços.

TRETRACAMPEÃ do carnaval de Beagá

Acadêmicos de Venda Nova doura a passarela!

O dourado reino do Midas Elias Tergilene, abriu o desfile da Acadêmicos de Venda Nova.

Um show de samba, energia e empolgação! Assim foi o desfile de Venda Nova, a quarta escola de samba do grupo especial de BH. Este carnaval relembrou os seus áureos tempos de magia e brilho, ao retornar para a tradicional passarela do samba na Avenida Afonso Pena, o veio central da circulação da Capital. Tudo foi ouro e Venda Nova ladrilhou a pista com muito dourado e cores nas suas alegorias e fantasias. O enredo versava sobre a história do comércio mundial e suas implicações em nossa vida cotidiana. Já no abre-alas, o megaempresário Elias Tergilene, o "rei dos shoppings populares", ditava e anunciava o ritmo da apresentação da agremiação.

 
O ritmo empolgante da bateria.
Cores e beleza na ala das "Seda e Porcelanas Chinesas".

O belo samba de Mandruva, dona Elisa e Wallisson, caiu na boca do povo e tornou-se o hit na voz de Marcelo Zói, Waldir Alkymia e Olodum, acompanhado pela bateria nota 10 dos mestres Rafael Leite e João Bosco, todos súditos da deslumbrante rainha Tamires Nunes. Faiscando na passarela, o casal portador do pavilhão azul e rosa, Kele Cristina e Denis Ricardo, foi o símbolo da superação e elegância.

 
Luxo e ousadia na alegoria "Rotas do Oriente".
Tamires Nunes, deslumbrante rainha da "Venenosa".

Sobre as alegorias ou na pista, muitas plumas e brilhos destacaram personalidades como Arabela e Janaína Gonçalves, Adélia Rubini, Ana Luisa Anacleto, Marilene Gomez, Fátima Brito, Alexandre Lázaro, Júnia Bertolino, Leo de Jesus, Iara Luiza, Alberto Wo, Ana Paula, dentre muitos outros. E o resultado? Ouro, ouro, muito ouro!!! Veja mais fotos na galeria_2015.

 

CARNAVAL 2014

Enredo: "5 SENTIDOS numa mesma emoção"
Classificação: TRICAMPEÃ DO CARNAVAL

Prêmios: Melhor Samba-enredo, Melhor Fantasia, Melhor Evolução, Melhor Bateria, Melhor Comissão de Frente, Melhor Mestre-sala e Porta-bandeira, Melhor Harmonia, Melhor Evolução.

Acadêmicos de Venda Nova é TRICAMPEÃ do carnaval de Beagá.

Festa azul e rosa no carnaval da capital de Minas Gerais, Acadêmicos de Venda Nova é TRIcampeã numa virada histórica, ocorrida durante apuração das notas do carnaval 2014, na Câmara Municipal de Belo Horizonte. Devido a aplicação de uma penalidade que lhe custou 2,5 pontos logo na partida, os muitos torcedores e componentes da Venda Nova presentes, nao continham o entusiasmo pelo belo desfile realizado, em suas expressões faciais nem nos gritos proferidos a cada nota lida. Mas o sufoco só terminou justamente no último quesito avaliado, Comissão de Frente, e até aquele momento a Canto da Alvorada estava em primeiro lugar.

Para delírio de Venda Nova, o último julgador atribuiu 8,5 pontos para a concorrente, que terminou em 2o. Lugar, enquanto gritos e lágrimas de emoção explodiam dos corações dos vendanovenses. "Assim como a Fênix, nosso símbolo, ressurgimos das cinzas de uma apuração onde estávamos 2,5 pontos atrás de todos, e explodimos de euforia com este resultado mais do que esperado. Se a penalidade não existisse nós terminaríamos com um placar de mais de 2 pontos a frente das demais agremiações", confidenciou o presidente Francisco Gonçalves, Kiko, após a divulgação dos resultados.

...

O desfile foi dos mais animados da noite e a platéia recebeu com muitos aplausos e entusiamo a terceira escola de samba da noite, a Acadêmicos de Venda Nova. De cara, no seu abre-alas que trazia o sentido visão, o famoso apresentador Mauro Tramonte era o destaque principal, cantou e sambou o tempo todo, mandou beijos e "tchaus" para o público das arquibancadas, camarotes e aos expectadores dos alambrados. A platéia "veio abaixo" com a passagem da carismática celebridade.

...

Num luxuoso desfile, a azul e rosa apresentou o enredo "5 SENTIDOS numa mesma emoção", e terminou cantando o sexto sentido de sermos hexa-campeões na Copa do Brasil, a realizar-se daqui há alguns meses. Uma sucessão de 5 alegorias, 15 alas e muitos destaques, elucidou cada um dos sentidos com muita originalidade, criatividade e luxo, o que arrebatou a platéia e os jurados. Muitas celebridades abrilhantaram ainda mais o desfile, seja em cima dos carros alegóricos ou nas alas, como o rei Momo e Mestre-sala Léo de Jesus, a designer de carnaval Arabela Gonçalves, o maquiador das misses Alex, os empresários Fátima e Dário Neves, Ana Luisa e Adelmo da Garden Party, o chef Valdez Maranhão e Cláudia, entre outros.

...

Perfeitos em harmonia e evolução, os compenentes transformaram a avenida Afonso Pena num rio de muitas cores e brilhos. Logo no início, a Comissão de Frente coreografada por Fábio Canadá, apresentava uma bola imensa que explodia em confetes e fumaça, a cada passada do refrão do samba-enredo. Este, inclusive, composto pela Geraldo Magnata e Mário da Viola (bicampeões nos concursos de samba enredo realizados pela Acadêmicos de Venda Nova), interpretado com maestria pelos tradicionais Marcelo Zói, Lulu do Império, Valdir Alkimia. A bateria sob a direção do mestre Rafael Leite, deu um show de rítmo e harmonia, mantendo uma cadência perfeita. Mais uma vez o casal Mestre-sala Dênis e Porta-bandeira Kele Cristina, foi nota dez de elegância e graça. Numa noite de muitas estrelas no céu e no desfile, a Acadêmicos de Venda Nova aguçou todos os sentidos da platéia presente, na avenida Afonso Pena, deixando todos com um gostinho de "quero mais" ao ver se aproximar os últimos carro e alas da escola.

Acompanhe fotos na galeria_2014. (fotos gentilmente cedidas por Gualter Cajá, Edson Luis, Belotur)

 

CARNAVAL 2013

Enredo: "SAMBALELÊ - Venda Nova desperta a criança em você"
Classificação: Vice-campeão

Prêmios: Melhor Samba-enredo, Melhor Fantasia, Melhor Evolução

SAMBALELÊ de Venda Nova é VICE no carnaval 2013 da Capital

Novamente os Acadêmicos de Venda Nova brilharam na passarela, mas bateram na trave e alcançaram outro VICE-Campeonato no carnaval de Beagá (foram vice também nos carnavais de 2005, 2006, 2010). O universo mágico de Sambalelê contagiou os expectadores e foi merecidamente reconhecido pelos jurados, alferindo-lhes os troféus de Melhor Fantasia, Melhor Samba-enredo e, consequentemente, o de Melhor Evolução pelo canto e dança perfeitos demonstrados na avenida dos Andradas na noite de segunda-feira de carnaval.

GRES Acadêmicos de Venda Nova - carnaval - escola de samba

Quatro alegorias, 13 alas, a bateria de Mestre Rafael, o casal Mestre-Sala Denis e a Porta-bandeira Kele Cristina, a comissão de frente dos Odum Orixás, os muitos destaques, o contagiante samba dos parceiros Mário da Viola/Geraldo Magnata e a linda rainha da bateria Yaralis Teles, foram alguns dos muitos pontos altos do desfile.

GRES Acadêmicos de Venda Nova - carnaval - escola de samba

A alegoria que trazia o imenso boneco do Super-homem entrou na avenida ao som do tradicional "já ganhou" e assombrou a todos pela grandiosidade e pelo espetáculo proporcionado pelos 15 atores que encenavam esquetes de heróis do universo infantil.

GRES Acadêmicos de Venda Nova - carnaval - escola de samba

Encerrando o desfile a ala "Fome de conhecimento" trouxe, nas fantasias, centenas de colheres plásticas formando flores. Era a curiosidade infantil sempre hávida de novos conhecimentos e descobertas. Sambalelê sambou, sambou e brilhou no carnaval 2013.

 

 

Acompanhe fotos na galeria 2013. (fotos gentilmente cedidas por Gualter Cajá, Edson Luis, Aline Morais, Belotur)

CARNAVAL 2012

Enredo: "Travessia em MilTons"
Classificação: 3o. lugar

GRES Acadêmicos de Venda Nova - carnaval - escola de samba

Às vésperas das comemorações dos 70 anos do grande artista MILTON NASCIMENTO, a nossa Acadêmicos de Venda Nova canta a trajetória de vida, deste ícone da música mundial, em mil cores e tons através das suas composições, num enredo marcado pela emoção e riqueza do vasto repertório desse compositor que adotou Minas como sua terra natal. Das suas muitas obras, escolhemos algumas das mais marcantes, de sua carreira, para ilustrar as nossas alegorias, adereços e fantasias, ricas fontes de inspirações para os nossos desfilantes e carnavalescos. Nada mais autêntico e original para narrarmos, as suas travessias na vida, com o brilhantismo da sua própria arte. Poucos são os artistas que conseguiram traduzir sua vida e seus sentimentos em versos e melodias, permitindo aos seus admiradores uma cumplicidade arrebatadora dessas emoções. Somos: Milton Nascimento, travessias, ouro, trem de ferro e Minas Gerais nesse carnaval de 2012. Veja as fotos do GRES Acadêmicos de Venda Nova no desfile, gentilmente cedidas pela Belotur, Clique_e_confira.

 

CARNAVAL 2011

Enredo: "Venda Nova Tri-centenária, um carnaval de presente"
Classificação: 4o. lugar

1711... 2011. Há três séculos o nosso bairro surgiu ao redor do caminho que unia os sertões a dourada Sabará, importante centro minerador das Gerais. Era através da "Carreta", "Estrada do Carretão" e "rua Direita" que iam e vinham tropeiros, viajantes, rebanhos, mercadorias, sonhos, desejos e anseios de muitos povos que aqui se instalaram e construíram suas vidas e esta região. Hoje, a atual rua Padre Pedro Pinto, caminho primeiro, revela-se neste início do século XXI como pólo comercial e administrativo e uma das principais vias de acesso da nossa população aos cerca de 40 bairros de Venda Nova. O nosso enredo exalta os vendanovenses acolhedores, festeiros, místicos, religiosos e trabalhadores, homenageados pelo GRES Acadêmicos de Venda nova, com um lindo carnaval de presente. Muitos votos de outros 300 anos de paz, felicidade, harmonia e plena cidadania.

 

CARNAVAL 2010

Enredo: "Das Minas às Geraes - o cantar de um povo e suas capitais"
Classificação: Vice-campeão

Capitais de Minas deslumbram público na Via-240.

Com muita garra e determinação o GRES Acadêmicos de Venda Nova transformou a Via-240 num mar azul e rosa, salpicado de muitas outras cores, luzes e brilhos. Com o enredo "Das Minas às Geraes, o cantar de um povo e suas Capitais", nossos componentes deram um show de samba e história ao retratar em versos e fantasias as sedes do governo estadual em Mariana, Ouro Preto, Belo Horizonte e o novíssimo Centro Administrativo de Minas Gerais, construído aqui em nossas terras vendanovenses. As 15 alas e 4 alegorias esbanjaram criatividade e elegância, destaque especial para Léo de Jesus e Kele Cristina, nosso casal Mestre-sala e Porta-bandeira novamente NOTA 10, um show graça e simpatia na passarela do samba. A deslumbrante Comissão de frente encenada pelo grupo afro Odum Orixás anunciava, logo no princípio, a beleza do desfile que seguiria, recheado com belas alegorias e destaques especiais. A bateria de Mestre Jorginho brilhou com uma "super-paradinha" logo no refrão central do samba-enredo de Mauro Bainha e defendido pelos intérpretes Marcelo Zói, Álvaro e Dado, mesmo com a falha notória do sucateado sistema de som da passarela. A Escola foi brindada com outras notas máximas nos quesitos Fantasia, Harmonia e Enredo, justificando a força do barracão dos Acadêmicos. A Escola reforça a sua vocação enquanto fomentadora das artes carnavalescas nesta cidade, realçando o respeito com o público, os carnavalesco e as demais agremiações que não abrem mão da verdadeira vitória do carnaval: criar e construir um espetáculo popular com as próprias mãos, suor e alegria. Veja as fotos do GRES Acadêmicos de Venda Nova no desfile 2010, feitas por Edson Luiz, Clique_e_confira. Conheça o enredo_2010. Relembre como foi o desfile assistindo ao vídeo abaixo.

 

Carnaval 2009

Enredo: SOS Planeta Terra - o futuro chegou, e agora?
Classificação:
Campeã do Carnaval
Prêmios: Melhor comissão de frete, Melhor mestre-sala, Melhor porta-bandeira, Melhor enredo, Melhores fantasias, Melhores alegorias, Melhor conjunto.

GRES Acadêmicos de Venda Nova - carnaval - escola de samba

O Pai doou... e a Acadêmicos de Venda Nova recebeu emocionada o título do bi-campeonato no carnaval de Belo Horizonte em 2009.

3,2 pontos: esta foi a diferença entre Acadêmicos Venda Nova e a 2a. colocada.

Entoado por toda escola e pelas mais de 40 mil pessoas que compareceram na Via-240, no bairro Novo Aarão Reis na capital, o samba-enredo SOS Planeta Terra - o futuro chegou, e agora? de autoria de Leco Estrada, Marcelo Roxo, Gustavo Monteiro e Diego Nicolau, sacudiu o Samba Belô 2009.

A Acadêmicos de Venda Nova superou as expectativas apresentando um grande desfile, coeso, compacto, organizado e de visual deliciosamente caprichado, enfim, uma apresentação impecável, como definiu a reportagem do jornal O Tempo de 25/02/09, antevendo o resultado que viria a ser divulgado no final da ensolarada tarde desta quarta-feira de cinzas, opinião esta unânime entre os diversos meios de comunicação da capital mineira. Foram 4 grandes carros alegóricos recheados de destaques como Arabela e Janaína Gonçalves, Adélia Rubini, Jô, Líliam Barbosa, Amanda, Andralúcia e Wanda, além das 24 composições.

O casal infantil de mestre-sala e porta-bandeira Carol e Douglas Anunciavam na fantasia "Calor solar" o ritmo que se seguiria no visual da escola. As alas traziam o clamor pela preservação e revitalização das matas, da atmosfera, das águas e geleiras, recifes de corais, répteis e aves, por fim o pedido de socorro pela preservação da vida do próprio homem na superfície do planeta, através das alas SOS paz, SOS mãe Terra e SOS povos da terra. Fechando o desfile veio Gaia, a nave-mãe Terra, uma espaçonave com toda herança genética da raça humana, traduzida em escudos gigantescos. Muita luz e fumaça deram vida aos adereços que compunham as alegorias. Com este visual a escola saiu como uma das fortes favoritas da passarela.

GRES Acadêmicos de Venda Nova - carnaval - escola de samba

E o resultado veio: é campeã... bi-campeã!!!! Após a tensa leitura das notas dos jurados, o GRES Acadêmicos de Venda Nova foi aclamado o campeão do carnaval 2009 de Belo Horizonte, com 98 pontos, 3.2 a frente da segunda colocada. Na avaliação do diretor de carnaval Francisco Gonçalves a Escola saiu forte do barracão e preparou-se para um grande desfile, trabalho este iniciado ainda no primeiro semestre de 2008. Valeu a pena, salientou. A escola também recebeu as maiores notas nos quesitos Bateria, onde Mestre Jorginho e seus músicos brilharam, porta-bandeira e mestre-sala (Kéle Cristina e Léo de Jesus), comissão de frente (grupo Odum Orixás), enredo, conjunto, fantasias, alegorias e adereços. Veja as fotos do GRES Acadêmicos de Venda Nova no desfile 2009, feitas por Jacyra Lage. Clique_e_confira. Video1-Youtube, Video2-Youtube, SBT-Jornal Agora, MGTV, CajuTotonho. Conheça o enredo 2009 clicando aqui em Carnaval 2009.

 

Carnaval 2008

Enredo: Velhas, o rio que corre em mim
Classificação:
Campeã do Carnaval

Prêmios: Melhor comissão de frete, Melhor mestre-sala, Melhor porta-bandeira Kéle Cristina.

Escola de Samba Acadêmicos Venda Nova - Carnaval Belo Horizonte - ShowsRio das Velhas transborda de luxo e felicidade.

Triunfal foi o desfile do GRES Acadêmicos de Venda Nova no carnaval 2008. O inesquecível e tão esperado campeonato veio com brilho e louvor após 2 vice-campeonatos (2005/2006) e uma frustrante desclassificação em 2007. Cantando o samba de Leco Estrada, Gustavo Monteiro e Marcelo Roxo, entitulado "Velhas, o rio que corre em mim", nossa Escola apresentou-se correta e compacta num desfile de carnaval marcado pelas intensas chuvas que caíram incessantemente sobre nossa capital. Mas a magia do samba dos Acadêmicos de Venda Nova parecia clamar aos céus por uma estiagem, e o milagre aconteceu. A chuva transformou-se numa fina garoa que em nada impediu a passagem da Escola, e ainda levantou o público presente na passarela da Via-240 no bairro Aarão Reis, região nordeste de BH. O enredo trouxe o Rio das Velhas, um dos principais afluentes do grande Rio São Francisco, num desfile que mostrou a tragetória, desde a sua nascente na serra do Espinhaço, em Ouro Preto, na cachoeira das Andorinhas, fantasia esta trazida pela maravilhosa comissão de frente coreografada pelo grupo foclórico Odum Orixás (a melhor do desfile segundo prêmio delegado pela Belotur), até sua foz.

Escola de Samba Acadêmicos Venda Nova - Carnaval Belo Horizonte - ShowsA Escola exibiu um pede-passagem com os seus símbolos Fênix e pandeiro, pássaro este portador da principal mensagem do enredo, que era de reciclar mentes dos habitantes da sua calha e as águas. Foi usado revestimento de mais de 2000 garrafas plásticas de refrigerante. Logo após, numa ousadia para o carnaval mineiro, a Venda Nova trouxe suas baianas na frente do carro abre-alas, em tom verde-água mostrando Escola de Samba Acadêmicos Venda Nova - Carnaval Belo Horizonte - Showsa transparência das águas do Velhas, ainda na sua nascente, era o prenúncio de uma empolgante apresentação. O abre-alas foi encimado por belas passistas "Andorinhas" e Arabela Gonçalves foi o seu principal destaque, vestida com o traje "Mãe Natureza". Logo após desfilaram as crianças e 2 alas que ilustraram a fauna e flora subaquática e o período da exploração do ouro e pedras preciosas. Janaína Gonçalves veio sobre a 2a. alegoria que representava a mega-flora e as gigantes "Luzias", personagens pré-históricos da região do médio Velhas (Lagoa Santa e proximidades), onde o dinamarquês Peter Wilhelm Lund descobriu e identificou grande variedade de seres desta época. Representando a degradação e poluição do Velhas, a Acadêmicos de Venda Nova apresentou muita criatividade nas alas que ilustravam o rastro de morte causado pelos homens ao longo do rio. As alas deste setor vestiram fantasias que traziam alguns detalhes de recipientes e objetos plásticos na sua composição. O azul do primeiro setor foi substituído por cores mais neutras. Os destaques foram a bateria que vestiu "Cardume morto", o casal de porta-bandeira Kéle Cristina e o mestre-sala Léo de Jesus, representando as borboletas "parides panthonus jaguarae", espécies estas dadas como extintas na região e que maravilhosamente voltaram a ser vistas.

Escola de Samba Acadêmicos Venda Nova - Carnaval Belo Horizonte - ShowsO show de Kéle e Léo rendeu nota 10 no quesito e os prêmios de "Melhor Porta-bandeira e Mestre-sala", Escola de Samba Acadêmicos Venda Nova - Carnaval Belo Horizonte - Showsconferidos pela Belotur.A rainha Amanda abriu alas para a bateria de Mestre Jorginho,outra nota 10. Adélia Rubini encerrou este setor num carro que era uma grande saia em tons de azul, que a tradicional destaque parecia vestir, escondida até a cintura dentro da armação, era "O espíto do Velhas". Logo a seguir, numa alternância de cores vibrantes como o laranja, "pink" e o azul turquesa, a Acadêmicos de Venda Nova encerrou sua passagem revivendo as principais manifestações folclóricas praticadas nas cidades e vilarejos a margem do Velhas, como as festas juninas, cavalhada e congada. No último carro um grupo de passistas vestia "Festas juninas" e os destaques Tiko, Andralúcia e Dengo representaram a "Corte do Congo". A alegoria trouxe, também, carrancas e a efígie de Manuelzão, o Manuel Nardi símbolo do projeto que leva o seu nome e que luta pela revitalização do Velhas. Conheça o enredo clicando aqui em Carnaval_2008. Valeu Venda Nova, CAMPEÃ do carnaval 2008!!!

Carnaval 2007

Enredo: “Cafezinho nosso de cada dia”
Prêmio: “Melhor Enredo”

GRES Acadêmicos de Venda Nova - carnaval - escola de samba

Aula de história e muito café na passarela.

O GRES Acadêmicos de Venda Nova orgulhosamente escolheu o CAFÉ como enredo do seu 3º. desfile carnavalesco, por trata-se de um dos itens mais importantes da nossa pauta de exportações e que tornou-se o símbolo do Brasil no exterior. Além disso, justificou-se a escolha deste enredo por referir-se diretamente a história e tradição do produto em Minas Gerais, principalmente na atualidade, onde o estado ocupa o 1º. Lugar no país da produção de café e a cidade de Três Pontas é o município de maior produção mundial. Sob o magnífico samba-enredo composto por Alcimar Matos e Marcelo Zóim, o desfile trouxe o grupo folclórico "Odum Orixás" que coreografou a comissão de frente vestida de "Pastor Khaldi", que segundo a lenda teria sido o descobridor das qualidades do café. Logo após, o abre-alas representou a África com os destaques Adélia Rubini, Arabela Gonçalves, Charlie e Naim. A seguir uma sucessão de alas contou a saga do grão que, partindo do continente africano, passou pela Arábia, Europa, chegou às Américas e ao Brasil, onde os "colhedores de café" escravizados foram representados numa ala com muitas peneiras. O casal de Mestre-sala Léo de Jesus e a Porta-bandeira Kéle Cristina surpreendeu a todos pela elegância do bailado e pela riqueza e beleza da fantasia que representava as riquezas geradas pela cultura cafeeira. O grande destaque foi Kéle, grávida de 6 meses que exibiu a belíssima barriguinha por entre uma abertura generosa no seu traje. As alas seguintes lembraram a tradição da cultura cafeeira na pautade exportações do país e a identificação do estado de Minas Gerais como seu grande produtor e também consumidor. O desfile foi encerrado pela alegoria "Café exportação"que trouxe como destaques principais: Rita Guedes, Janaína Gonçalves, Hélen e Mara Marques. Um show de cores, ritmo e dança na passarela da Via-240.

 

Carnaval 2006

Enredo: “Pernambuco - O leão coroado do nordeste.”
Classificação: Vice-Campeã

GRES Acadêmicos de Venda Nova - carnaval - escola de samba

Venda Nova é Pernambuco neste Carnaval.

Cantando a história, tradições, cultura e o povo do lindo Estado de Pernambuco, o GRES Acadêmicos de Venda Nova alcançou o título de campeã do carnaval 2006, mas após o cancelamento do regulamento oficial que regia os desfiles, não imputando as penalidades cabíveis às agremiações descumpridoras dos artigos básicos, foi proclamada vice-campeã. A escola abriu seu desfile com muita ousadia e já no abre-alas exibia seu trabalho de reciclagem com 3 mil garrafas "pet" moldadas que representavam os recifes de corais. A seguir foi retratado o ciclo da cana-de-açúcar, grande riqueza pernambucana desde o período colonial. O artesanato expresso através da ala das crianças que vestiram "Anjos de barro" foi demoradamente aplaudido pelo público, enquanto a bateria fazia seu show vestida de "Luar-do-sertão", puxada pela sua linda rainha Daniela. O carro do Mercado foi um destaque a parte, contando com 50 tapetes artesanais confeccionados pela comunidade e muitos cestos. Encerrando a apresentação do Grêmio vieram as homenagens ao Maracatu e ao Frevo, as tradicionais festas de Pernambuco. O desfile foi emocionante, contando com um belo samba de Mauro Bainha interpretado por Vicente Dendém e Alexandre Vital, as belas fantasias idealizadas pela equipe de carnavalescos, a elegância NOTA 10 do casal Mestre-sala Léo e a Porta-bandeira Kéle vestidos de "Asa-Branca", da precisão da bateria comandada por mestre Jorginho, da beleza e exuberância dos destaques e a empolgação dos seus 400 componentes que proporcionaram um verdadeiro espetáculo de samba e arte à cidade de Belo Horizonte. O Grêmio recebeu o prêmio de MELHOR BATERIA 2006 do site www.carnavalbh2.blogspot.com, uma feliz iniciativa que elege os melhores do carnaval.

Carnaval 2005

Enredo: “Oh, abram-alas que Acadêmicos de Venda Nova vai passar!”
Classificação: Vice-Campeã

GRES Acadêmicos de Venda Nova - carnaval - escola de samba

Estréia emocionante e vitoriosa de Venda Nova.

Não poderia ser outro o enredo escolhido para comemorar a estréia do GRES Acadêmicos de Venda Nova para o desfile carnavalesco de 2005, transformando a passarela num grande baile de carnaval e numa justa homenagem aos foliões. Oportuna foi a escolha do enredo “Ó Abre-Alas, que Acadêmicos Venda Nova vai Passar!”, com uma analogia entre o carnaval de BH e o pássaro mitológico Fênix que ressurge das próprias cinzas, um samba-enredo nota 10 composto pelo jovem, porém já veterano dos concursos sabarense, Vicente Dendém. Assim, o desfile foi uma sequência cromática que se iniciou pela morte do carnaval em preto e branco, simbolizados na comissão de frente que vestiu um misto de "morte" e Pierrô, logo depois vieram as cores frias ressaltadas nas máscaras e pompons dos antigos bailes de carnaval e, aos poucos, os tons quentes foram se acentuando, explodindo no final em amarelo, laranja e vermelho, simbolizando o reacender do desfile das escolas de samba de Beagá. Surgimos dessas cinzas, rejuvenescidos e renovados, com uma nova proposta estética e administrativa e com a agremiação disposta a fazer frente às grandes da Capital. A grande revelação do carnaval de 2005, fundada há 67 dias, alcança o suado e saboroso vice-campeonato do concurso das Escolas de Samba de Belo Horizonte.

Belo Horizonte - MG - Fones 31 88054267, 96561812 - email: contato@avendanova.com.br