CARNAVAL 2014

Enredo: "5 SENTIDOS numa mesma emoção"
Classificação: TRICAMPEÃ DO CARNAVAL

Prêmios: Melhor Samba-enredo, Melhor Fantasia, Melhor Evolução, Melhor Bateria, Melhor Comissão de Frente, Melhor Mestre-sala e Porta-bandeira, Melhor Harmonia, Melhor Evolução.

Acadêmicos de Venda Nova é TRICAMPEÃ do carnaval de Beagá.

Festa azul e rosa no carnaval da capital de Minas Gerais, Acadêmicos de Venda Nova é TRIcampeã numa virada histórica, ocorrida durante apuração das notas do carnaval 2014, na Câmara Municipal de Belo Horizonte. Devido a aplicação de uma penalidade que lhe custou 2,5 pontos logo na partida, os muitos torcedores e componentes da Venda Nova presentes, nao continham o entusiasmo pelo belo desfile realizado, em suas expressões faciais nem nos gritos proferidos a cada nota lida. Mas o sufoco só terminou justamente no último quesito avaliado, Comissão de Frente, e até aquele momento a Canto da Alvorada estava em primeiro lugar.

Para delírio de Venda Nova, o último julgador atribuiu 8,5 pontos para a concorrente, que terminou em 2o. Lugar, enquanto gritos e lágrimas de emoção explodiam dos corações dos vendanovenses. "Assim como a Fênix, nosso símbolo, ressurgimos das cinzas de uma apuração onde estávamos 2,5 pontos atrás de todos, e explodimos de euforia com este resultado mais do que esperado. Se a penalidade não existisse nós terminaríamos com um placar de mais de 2 pontos a frente das demais agremiações", confidenciou o presidente Francisco Gonçalves, Kiko, após a divulgação dos resultados.

...

O desfile foi dos mais animados da noite e a platéia recebeu com muitos aplausos e entusiamo a terceira escola de samba da noite, a Acadêmicos de Venda Nova. De cara, no seu abre-alas que trazia o sentido visão, o famoso apresentador Mauro Tramonte era o destaque principal, cantou e sambou o tempo todo, mandou beijos e "tchaus" para o público das arquibancadas, camarotes e aos expectadores dos alambrados. A platéia "veio abaixo" com a passagem da carismática celebridade.

...

Num luxuoso desfile, a azul e rosa apresentou o enredo "5 SENTIDOS numa mesma emoção", e terminou cantando o sexto sentido de sermos hexa-campeões na Copa do Brasil, a realizar-se daqui há alguns meses. Uma sucessão de 5 alegorias, 15 alas e muitos destaques, elucidou cada um dos sentidos com muita originalidade, criatividade e luxo, o que arrebatou a platéia e os jurados. Muitas celebridades abrilhantaram ainda mais o desfile, seja em cima dos carros alegóricos ou nas alas, como o rei Momo e Mestre-sala Léo de Jesus, a designer de carnaval Arabela Gonçalves, o maquiador das misses Alex Lázaro, os empresários Fátima Brito e Dário Neves, Ana Luisa e Adelmo da Garden Party, o chef Valdez Maranhão e Cláudia Souza, entre outros.

...

Perfeitos em harmonia e evolução, os compenentes transformaram a avenida Afonso Pena num rio de muitas cores e brilhos. Logo no início, a Comissão de Frente coreografada por Fábio Canadá, apresentava uma bola imensa que explodia em confetes e fumaça, a cada passada do refrão do samba-enredo. Este, inclusive, composto pela Geraldo Magnata e Mário da Viola (bicampeões nos concursos de samba enredo realizados pela Acadêmicos de Venda Nova), interpretado com maestria pelos tradicionais Marcelo Zói, Lulu do Império, Valdir Alkimia. A bateria sob a direção do mestre Bosco, deu um show de rítmo e harmonia, mantendo uma cadência perfeita. Mais uma vez o casal Mestre-sala Dênis e Porta-bandeira Kele Cristina, foi nota dez de elegância e graça, assim como a rainha da bateria Jéssica Diniz. Numa noite de muitas estrelas no céu e no desfile, a Acadêmicos de Venda Nova aguçou todos os sentidos da platéia presente, na avenida Afonso Pena, deixando todos com um gostinho de "quero mais" ao ver se aproximar os últimos carro e alas da escola.

Acompanhe fotos na galeria_2014. (fotos gentilmente cedidas por Gualter Cajá, Edson Luis, Belotur)

 

Venda Nova escolhe o seu samba para o carnaval 2014

Mário da Viola e Geraldo Magnata sagraram-se bi-campeões num concurso com sambas de excelente qualidade.

O primeiro dia do horário-de-verão 2013 anunciou o samba de Mário da Viola e Geraldo Magnata como o vencedor do mais tradicional concurso de sambas-enredo de Belo Horizonte, a nona edição do concurso dos Acadêmicos de Venda Nova. Sete composições se apresentaram na casa de shows Fazenda Mineira, em Venda Nova, com um bom público presente. O segundo lugar ficou com a bela composição de Mandruvá, apenas 0,4 pontos atrás do primeiro colocado. Em terceiro lugar a composição de Marcos Valente e Wanderley PorAcaso. O concurso contou ainda com as participações de outros maiorais do samba mineiro, como Mauro Bainha, Robinho Cardoso, Alexandre Marcelino e Diogo Gonçalves, Frederico George e Wanderley Cardoso. E venceu o samba mineiro!

 

 

 

O Grêmio Recreativo Escola de Samba Acadêmicos de Venda Nova apresenta o seu enredo para o carnaval 2014 de Belo Horizonte:

O Grêmio Recreativo Escola de Samba Acadêmicos de Venda Nova apresenta o seu enredo para o carnaval Belo Horizonte de 2014, sob o título “Cinco sentidos numa mesma emoção”. Um mundo de sensações é o que os Acadêmicos de Venda Nova oferecerá aos espectadores do seu desfile. Visão, tato, olfato, paladar e audição são os sentidos comuns aos seres humanos, qualidades estas que comprovam o quanto somos iguais uns aos outros, independente da raça, ou condição social. Clique aqui e obtenha o regulamento na íntegra.

GRES Acadêmicos de Venda Nova - Carnaval BH

Visão – Das trevas à luz, tira esse olho grande de mim!

O que nos permite distinguir entre luz e trevas é a visão, que é o sentido que nos possibilita perceber o mundo através das suas cores e formas. Nossos olhos conseguem captar a luz refletida nos objetos e seres e os nossos cérebros interpretam estes sinais dando-nos a real dimensão e forma daquilo que é observado. É pelos olhos que primeiramente conhecemos o que está ao nosso redor ou mesmo a longa distância. Diferentemente de algumas espécies de animais, podemos enxergar colorido e, graças a este avançado mecanismo fisiológico, alcançamos o elevado grau de desenvolvimento das habilidades de nossa espécie humana.


Paladar – O delicioso gostinho da vida.

Uma mesa farta, família reunida ao seu redor, risadas, macarronada, feijoada, pizza, muitos doces e vegetais. Através do paladar também nos comunicamos com o mundo ao redor, saboreando gostos diferentes, texturas e temperaturas diversas dos alimentos. A boca é a porta de entrada dessas guloseimas e a língua a responsável por sentir e identificar os diversos sabores apresentados a cada colherada do banquete. Não se pode falar em paladar sem nos lembrarmos das deliciosas bebidas como os vinhos, cafés, champanhas, sucos, refrigerantes e as populares “caninha” e a “cerva geladíssima”.


Olfato – O cheirinho da sedução está no ar.

Cheirinho gostoso, cadê, cadê, cadê!? Pois é, os odores captados pelas narinas podem não ser percebidos pelos outros sentidos, mas não escapam do olfato. Desde muito novos os animais aprendem a utilizar deste sentido para identificar suas mães e as fontes de alimento. Quando adultos os cheiros exalados pelos seres são percebidos como sendo a chamada da natureza para o acasalamento e a perpetuação das espécies. São os vegetais os maiores fornecedores das muitas fragrâncias conhecidas, podendo ser extraídas de ervas, frutos, folhas, caules e, principalmente, das cheirosas e coloridas flores. Campos inteiros das mais aromáticas flores são cultivados mundo afora, inspirando os perfumistas nas suas cobiçadas e exóticas criações.


Audição – Na música o som da voz de Deus.

Divinal é o som advindo da natureza e dos seus pássaros, onde doces melodias embalam nossas vidas com mais paz e acalanto. A grande sensibilidade e talento de célebres compositores clássicos conseguiu traduzir, em acordes e instrumentos musicais, sons divinais ouvidos nos templos e palácios. Contudo, também há aqueles que percebem os sons não pelos seus acordes, mas através das vibrações propagadas pelo ar e através de símbolos e objetos. São os deficientes auditivos que usam suas mãos para emitir sons inaudíveis porém compreensíveis em nossa linguagem.


Tato – Sentindo na pele a emoção de ser brasileiro.

O maior órgão que possuímos, a pele, é a responsável pelo nosso tato, ou seja, a capacidade de sentir o que tocamos ou o que os toca. O tato nos proporciona as sensações de calafrio, repulsa, textura ou aconchego, de acordo com o elemento percebido. Brilha o sol, brilha a estrela-guia. É o calor dos trópicos enchendo nossas vidas de luz e aconchego. Também é o calor sentido no abraço amigo e na chama ardente que domina o chamego dos amantes. Arrepio na pele também se sente pelo vento noturno e pelo frio do inverno que percorre todo o corpo.


Sexto-sentido – Todos numa mesma emoção.

Arrepiantes são os gritos emanados do povo. Seja nas históricas manifestações cívico-populares, ocorridas no outono de 2013, demonstradas nas ruas e praças país afora, exigindo um Brasil com melhores serviços públicos e o fim da corrupção. Seja nos templos do futebol, onde já preparamos o tão aguardado grito de “goooool!!!”, aguçando os nossos 5 sentidos. Meu sexto-sentido não falha, já somos um país mais consciente e, por que não, hexa-campeão!

 

Belo Horizonte, 10 de agosto de 2013.

GRES Acadêmicos de Venda Nova
Diretoria Artística

Belo Horizonte - MG - Fones 31 99427.4064 e 98805.4267
email: contato@avendanova.com.br - facebook.com/academicosdevendanova